Léo Moraes aciona MPF para punir bancos por abuso de poder econômico

O deputado de Rondônia aponta em sua representação indícios de que os bancos aumentaram até 50% na taxa de empréstimos bancários

Foto: Divulgação
Anúncio

Mais uma ação do deputado federal de Rondônia, Léo Moraes (PODEMOS), foi destaque em Brasília. O congressista acionou o Ministério Público Federal – MPF, através de uma representação protocolada nesta última semana, para que seja realizada a fiscalização e punição de bancos privados por abuso de poder econômico.

O deputado de Rondônia aponta em sua representação indícios de que os bancos aumentaram até 50% na taxa de empréstimos bancários para investimentos e acréscimo de 100% para antecipação de receitas por venda a crédito.

De acordo com Léo Moraes, associações de shoppings centers, do varejo, lojistas, entre outros grupos empresariais, já se manifestaram sobre esses abusos que vem acontecendo por parte dos bancos.

“Uma carta foi enviada ao presidente do Banco Central denunciando o aumento expressivo das taxas de juros. Conforme o documento, o aumento mostrou-se superior a 70% em determinados casos, precisamos acabar com essa tortura praticada contra a nossa sociedade”, afirmou Léo Moraes.

Ainda de acordo com Léo Moraes, a abertura de crédito é importante para que seja reestabelecido o fluxo da economia e os bancos não podem agir com oportunismo em um momento como esse .

“A república não pode observar passivamente o empresariado e os cidadãos comuns continuarem a sofrer com a dificuldade de crédito e de recursos, em benefício exclusivo dos bancos que, no Brasil, lucram dezenas de bilhões de reais todos os anos”, concluiu Léo Moraes.

O congressista segue em Brasília onde dá andamento às pautas necessárias ao país. Léo Moraes é líder do PODEMOS na Câmara Federal.


Fonte: ASSESSORIA

Comentários